Domingo, 23 de  janeiro de  2022 

Pesquisar no Site

Sindsep-MT realiza Dia Nacional de Luta dos servidores da Funai

Além da leitura da carta de reivindicações com 23 pontos principais, as PECs 32 e 23 foram alvos de críticas.

O Sindsep-MT realizou na manhã de hoje, 6, no pátio da Funai, em Cuiabá, o Dia Nacional de Luta dos servidores daquele órgão. O ato em todo país foi aprovado durante Seminário Jurídico da Condsef/Fenadsef em defesa da Funai e dos seus servidores que aconteceu em Brasília no último dia 27 com participação de representantes de onze estados.  Mato Grosso é considerado um dos estados que mais avança sobre as reservas indígenas, quer pelo agronegócio, quer pelo garimpo, assassinando lideranças além de levar vários tipos de doenças aos povos originários.

Na ocasião foi feita leitura de uma carta de reivindicações direcionada ao presidente Marcelo Xavier e protocolada em seguida no órgão regional. Os servidores públicos federais cobram mudança imediata na política indigenista do governo Bolsonaro marcada por invasões de terras indígenas, destruição do meio ambiente, represálias e perseguições aos servidores, inclusive com abertura de processos administrativos (PADs). A reforma administrativa também foi destaque.

PEC 32 - O presidente do Sindsep-MT, Carlos Alberto de Almeida disse que estamos diante de um governo que até agora não mostrou a que veio mas sabe muito bem retirar direitos do trabalhador. “Como se não bastasse a reforma da Previdência, a reforma Trabalhista, a terceirização de todas atividades do serviço público e a Emenda Constitucional 95, hoje nós temos dois grandes desafios que é a PEC 32 e a PEC 23. A PEC 32 vem para acabar com os serviços públicos e com o servidor público. Nós já estamos vendo isso aqui na Funai. Não somos contra os trabalhadores, mas somos contra da forma como está sendo feita os contratos temporários no país”, disse Carlos.

ATAQUES - O presidente da CUT estadual, Henrique Lopes, elogiou a carta elaborada pela Condsef/Fenadsef que traz parâmetros das discussões que queremos estabelecer em torno daqueles que são os direitos dos povos originários. “Não é de se duvidar que em função de toda uma política de desmonte do papel do Estado, da pressão do setor do agronegócio, das mineradoras e daqueles que querem se apropriar das terras, venham estabelecer pressão sobre toda e qualquer política pública que venha no encontro de proteger os povos originários. E aí colocam todo tipo de elementos do ponto de vista econômicos para poder justificar os seus ataques e ampliar o latifúndio e fazer com que as pessoas percam as suas origens, neguem a sua cultura, neguem a sua religiosidade, neguem a sua condição de vida dos quais os mesmos culturalmente as têm de forma milenar”, pontuou o presidente da CUT-MT.

A carta de reivindicações contém 23 pontos principais. Na pauta está a retomada de todos os processos administrativos de identificação, delimitação e regularização de Terras Indígenas. A defesa jurídica de indígenas em situação de conflito com invasores de terra e defesa de direitos coletivos dos povos indígenas estão entre as reivindicações. 

A categoria também cobra a revogação da Instrução Normativa 09/20 que viola dispositivo constitucional que regula e restringe a proteção de Terras Indígenas. Além de cobrar reforço da força de trabalho com realização de concurso, os servidores querem a descentralização e desburocratização de seu deslocamento às Terras Indígenas.  (com Condsef/Fenadsef)

 

FILIE-SE AO NOSSO SINDICATO

 

XIII Congresso do Sindsep-MT foi um sucesso e deixa saudade

Clique AQUI para visualizar mais de 60 fotos, por enquanto. Prometemos muito mais e vídeos também.

O XIII Congresso do Sindsep-MT encerrou nesta sexta-feira, 6, com a participação de 150 pessoas, entre delegados eleitos e convidados. Realizado no auditório do Hotel Mato Grosso Águas Quentes, o seminário, que teve a solenidade de abertura no dia 2 deste mês e contou com a presença de diretores sindicais, políticos e servidores. 

Participaram da maior instância deliberativa do sindicato, Jussara Griffo (Sindsep-MG), Ademar Rodrigues de Souza (Sintsep-GO), Abson Praxedes, (Sindsef-RO) Carlos Chácara (Sindsep-ES), Antônio Augusto de Queiroz (Diap), Max Leno (Dieese), Henrique Lopes (CUT-MT), Sérgio Ronaldo da Silva (Condsef/Fenadsef), Pedro Armengol (CUT Nacional), deputado estadual Lúdio Cabral (PT), vereadora Graciele Marques dos Santos (Sinop) e vereadora Edna Sampaio (Cuiabá).

Com o tema “Para defender a democracia é preciso defender os direitos do povo”, foi debatida amplamente a atual conjuntura política, suas implicações nas condições de vida dos trabalhadores, em particular os trabalhadores do serviço público federal e também discutida e deliberada a reforma estatutária do sindicato. Assim que estiver disponível, postaremos aqui e em nossa página do Facebook, vídeos do Congresso e depoimentos dos convidados. Mas você pode acompanhar, as transmissões que foram realizadas ao vivo e que estão disponíveis. Acesse: www.facebook.com/sindsepmt

Desmonte - Antônio Augusto de Queiroz, do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), exaltou a direção do Sindsep-MT e a cada um dos delegados (as) pela iniciativa de promover o XIII Congresso para debater especialmente a reforma administrativa, conhecida como PEC 32 e que não guarda nenhuma relação do que se espera de uma reforma administrativa. “Ela não tem como objetivo melhorar a qualidade de prestação do serviço público, nem melhorar a meritocracia do serviço público. Pelo contrário, a proposta tem objetivo de desorganizar e desmontar o serviço público, transferindo para o setor privado, para que explore em bases mercantis os serviços que hoje são prestados pelos servidores públicos”, disse Toninho.

Redução do Estado - Dentre vários temas que afligem e estão relacionados ao setor público brasileiro entre eles a EC 109, que trata da aposentadoria e a EC 103, que altera o sistema de previdência social, como também aspecto relacionado à terceirização foram debatidos na exaustão. No entanto, um tema que tem chamado bastante atenção no momento dada a sua importância já que está pronta para ser discutida no plenário da Câmara dos Deputados é a PEC 32 que trata de diversos assuntos que estão vinculados tanto ao servidor público como a gestão pública. “O que a gente percebe é que ela está inserida num contexto de redução do papel do Estado na economia brasileira e fundamentalmente, ao interpretar a PEC por dentro, de mercantilização dos direitos sociais previstos na Constituição Cidadã. O XIII Congresso de Mato Grosso, deu atenção especial a essa temática e o que a gente percebe é que o movimento sindical está agindo para que ela venha a ser derrotada no Congresso Nacional já que traz consequências extremamente negativas não só aos servidores públicos federais, como todos pensam, porém ela vai afetar a todos empregados públicos, consequentemente, toda a sociedade”, disse Max Leno, do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Derrotar o bolsonarismo - A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef) participou ativamente do XIII Consindsep e elogiou a participação dos servidores que estiveram nos quatro dias de intensos debates sem arredar o pé do auditório em que foram discutidos vários assuntos de relevância do setor público. Sérgio Ronaldo da Silva, que também é secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores do Serviço Público Federal (Fenadsef) afirmou que “saio do congresso convicto de que é possível derrotar o fascismo, derrotar o bolsonarismo e derrotar no Congresso Nacional, projetos de leis e PECs que estão no caminho de destruir os serviços públicos. Por que digo que saio animado daqui? Porque nesta retomada, após dois anos, das atividades presenciais, e claro, com toda segurança sanitária exigida, o XIII Congresso aprovou resoluções que serão capazes de colocar em movimentação o conjunto do funcionalismo do Estado, e nós vamos reproduzir estas resoluções para o restante do país. Voltando a falar daqui de Mato Grosso, é inadmissível que o estado que mais produz grãos, carne e derivado de frango é o mesmo em que o povo está na fila por um punhado de osso. Por aí você conclui que os nossos desafios não são pequenos, mas somos ‘casca grossa’, vamos enfrentá-los de pé, eles não vão conseguir nos destruir.”

O melhor de todos - “Foi um sucesso!”, assim avaliou o presidente do Sindsep-MT, Carlos Alberto de Almeida, sobre o XIII Consindsep. “Tivemos um dia inteiro de debates e os palestrantes contribuíram sobremaneira com o nosso congresso, principalmente neste momento que estamos vivenciando. Discutimos profundamente a PEC 32, que é a da  ‘deforma’ administrativa, da destruição do serviço público. Aproveitamos para debater também a PEC 101, de autoria do deputado Mauro Nazif, que concede plano de saúde aos intoxicados da ex-Sucam. Quem sabe agora a gente consegue aprovar esta PEC para minimizar os problemas destes guerreiros, visto que estão intoxicados, vítimas do DDT." 

“Digo que este foi o melhor congresso já realizado pois a situação do momento, de desmonte do serviço público, elevou nosso debate enquanto sindicato dos servidores públicos federais e se Deus quiser o XIV Congresso vai ser ainda melhor pois estamos cada vez mais aperfeiçoando para que nossos associados sintam-se bem representados pela nossa entidade,” disse Carlos.

Continuem acompanhando aqui e na nossa página do Facebook, pois na medida do possível, mais atualizações sobre o XIII Congresso. Já nesta segunda-feira, retornaremos à capital federal onde junto a outras entidades, vamos lutar pelos nossos direitos. Vamos reforçar os atos no aeroporto internacional JK e na Câmara dos Deputados. Eles já sabem bem que SE VOTAR, NÃO VOLTA! 

NÃO à PEC das rachadinhas e SIM à PEC dos intoxicados.

 

Lojas e serviços: Sindicato amplia convênios para filiados

O Sindsep-MT, visando facilidade e conforto aos nossos filiados (as), assinou parceria com a empresa Focco Brasil Negócios & Parcerias e está criando um Clube de Benefícios com funcionamento previsto já na segunda quinzena de dezembro.

Euplácido Pedroso e Karlla Rodrigues, gestores da Focco Brasil estão, a princípio, atendendo em nossa sede, captando empresas dos mais variados segmentos, inclusive aceitando sugestões de associados para possíveis parcerias.

O Clube de Benefícios irá proporcionar descontos exclusivos na aquisição de produtos em lojas conveniadas ou de serviços. Este convênio é exclusivo para FILIADOS do Sindsep-MT. Para utilizar o benefício, o servidor (a) deverá apresentar a carteira de FILIADO que será fornecido em breve aos nossos associados.

Interessados deverão procurar o nosso sindicato. Lembrando que já possuímos convênios fechados com a Univag e Unimed, com descontos incríveis.

Para saber mais ligue: (65) 3023-7000

Lista dos primeiros parceiros conveniados ao SINDSEP/MT e seus respectivos descontos:

 

APARELHOS AUDITIVOS:

- Audax Aparelhos Auditivos

Av. Cel. Escolástico, nº 210 – Lixeira – Fone: 2127-2040

# Descontos de + 5% sobre o valor com desconto habitual (de 10%) da loja com pagamentos à vista ou de 5% sobre o preço normal, com pagamentos nos cartões de crédito em até 10 vezes, exceto nas promoções.

CLÍNICA DE ESTÉTICA AVANÇADA:

- Royal Face – Cuiabá

Av. São Sebastião, nº 2142 – Goiabeiras – Fone: 99974-8486

# Descontos variados de 10% a 50% em todos os procedimentos, exceto nas promoções, com pagamentos à vista ou nos cartões de crédito em até 12 vezes e no carnê da beleza em até 24 vezes, mediante análise de crédito com os encargos da financeira.

CLÍNICA DE PSICOLOGIA MULTIDISCIPLINAR ESPECIALIZADA EM AUTISMO:

- Clínica de Psicologia Evolver

Rua Brigadeiro Eduardo Gomes, nº 74 – Popular – Fone: 2136-3046

# Descontos de 25% em tratamentos para crianças com autismo e em psicologia, fisioterapia e fonoaudiologia e de  14% em sessões de psicologia, fisioterapia e fonoaudiologia para adultos e adolescentes, com pagamentos à vista ou nos cartões de crédito.

CONSULTÓRIO DE ODONTOLOGIA:

- Drª Pâmella Afonso – Odontologia

Av. Cel. Escolástico, nº 519 – Bandeirantes – Fone: 99356-8734

# Consultar descontos na secretaria do sindicato.

ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAÍCA:

- Tech Inov

Travessa Vila Rica, nº 66, Sobrado: 01 – Cidade Alta – Fone: 99951-6430

# Descontos de 5% a 7% no sistema solar fotovoltaica.

- B M Solar

Rua F, Qda: 15, Casa: 23 – Barra do Parí  - Fone: 99644-7040

# Descontos de 5% nos projetos de energia solar.

 HIGIENIZAÇÃO DE ESTOFADOS:

- Super Dry Higienização Especializada

Agendamentos e orçamentos: 99807-0559

# Descontos de 15% à vista ou de 10% nos cartões de crédito em até 12 vezes em todos os serviços, exceto nas promoções.

STUDIO DE BELEZA:

- Studio Lucas Varão Concept Hair

Rua G 7, Qda: 04, nº 21 – Nossa Srª Aparecida – Fone: 99215-8750

# Descontos de 15% à vista ou de 10% nos cartões de crédito (parcelamentos à combinar) em todos os serviços, exceto em manicure e pedicure.

STUDIO DE MICROPIGMENTAÇÃO:

- Studio Angélica Felismino

Av. 08 de Abril, nº 88 – Popular – Fone: 99942-5787

# Descontos de 20% à vista ou nos cartões de crédito nos serviços de micropigmentação e remoção à laser, exceto nas promoções.

 

Fale Conosco

 

Rua Dr. Carlos Borralho, 82 - Poção - CEP 78015-630 - Cuiabá - MT

Telefones: (65)  3023-9338 / 3023-6617

Email : O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.